Empresa de beneficiamento de camarão em Pendências continua causando transtornos à população

MORADORES DE PENDÊNCIAS DENUNCIAM O MAU CHEIRO DA POTIPORÃ




Imagens arquivo-internet

A empresa de camarão Potiporã em Pendências, continua causando transtorno a população. Na tarde desta terça-feira (31), recebemos várias ligações de moradores alegando que o problema continua. Alguns chegaram a dizer que há 20 anos os moradores do bairro Massapê vem sofrendo com o mal cheiro provocado por dejetos de camarão, as vezes a empresa até usa alguns produtos para conter a fedentina, mas que quando passa o efeito volta tudo novamente.

  De acordo com a população, a empresa Potiporã havia resolvido parte do problema após manifesto realizado em 2014, mas que agora devido as chuvas a fedentina voltou.

O mal cheiro se dar por conta de uma lagoa abandonada  onde são deixados os dejetos dos camarões importados pela empresa de beneficiamento

A lagoa fica próximo ao bairro Massapê em Pendências de cima, de acordo com os moradores o cheiro as vezes é tão forte que as Escolas Públicas tem que liberarem mais cedo devido a fedentina.

Em conversa com um dos moradores conhecido como seu Pepeu, afirmou a nossa reportagem que a comunidade está só aguardando passar essa pandemia do coronavírus e realizarem mais um protesto de frente a empresa.

A preocupação dos moradores é que durante o inverno a lagoa enche rapidamente e fica jogando dejetos para as ruas, sem contar que segundo algumas pessoas quando o lago contaminado enche com as chuvas, corre risco de  transbordar. 

A situação é tão crítica na cidade, que a população pede socorro nas redes sociais.

Comentários

  1. Estamos desesperados, porquê além de tirar nosso sossego com o mau cheiro, está afetando nossa saúde e da nossa família,e eles só fazem nos prometer que está colocando produtos,mas na verdade não está dando resultado nenhum,pelo contrário está cada vez mais pior.Tivemos que chegar a pedir que os vereadores e o prefeito nós ajudasse, porquê até então ninguém fazia nada por nós.Revoltante tudo isso.

    ResponderExcluir

Postar um comentário