Bolsonaro entrega ações do governo federal em Ipanguaçu


Bolsonaro em Ipanguaçu | Foto: Otaviano Oliveira

Após a primeira cerimônia de entregas do governo Federal, em Mossoró, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e a sua comitiva seguiram para o segundo compromisso da visita ao Rio Grande do Norte, nesta sexta-feira (21), na comunidade rural Angélica, no município de Ipanguaçu para entregas de títulos de propriedades sistemas de dessalinização e outras ações governamentais. Na comunidade será ativado o poço de água tubular, uma vez que a comunidade estava há 8 meses consumindo uma água salobra.

Jair Bolsonaro fez o pronunciamento final da cerimônia, falando dos desafios para chegar à  presidência.“Depois das eleições de 2014, eu falei que tinha como ser o presidente da República e mudar o Brasil, Não tínhamos um grande partido, quase tudo remava contra a gente, mas nós tínhamos duas coisas que ninguém contava com elas, tínhamos o povo e, em primeiro lugar, a fé em Deus. A fé remove montanhas e adotei um slogan também que vem da Bíblia, João 8,32, Vamos mudar o Brasil com verdades”, disse no princípio de sua fala. 

Em seguida, o presidente falou que buscou em Israel a inspiração para governar o país. “Lá eu vi o que eles não têm e o que eles são, eles não têm nada lá, mas olhem o que eles são, depois a gente olha pro Brasil, olha tudo o que nós temos e olha o que nós não somos, onde é que está a chave, a solução para mudar o Brasil? Passaria pela política, não só no executivo, bem como no legislativo, logicamente o legislativo não é um corpo único, ali tem as várias correntes, mas entre essas várias correntes, a maioria delas passou a marchar do nosso lado”, enfatizou Bolsonaro. 

“A gente vê que pra nós, que estamos aqui em cima pode ser muito pouco, mas para o povo mais humilde, às vezes, é tudo, então o momento de entregar água, entregar casa ou energia elétrica, é um momento ímpar. Nós estamos levando o progresso e dignidade a grande parte da nossa população. 

Na ocasião foram entregues 23 sistemas de dessalinização do programa Água Doce e 1.060 títulos definitivos de propriedades rurais de 16 assentamentos, mas foram feitos 25 títulos. O anúncio foi feito pela ministra da Agricultura Tereza Cristina. “Nós já entregamos desde o início do nosso governo, 500 títulos, portanto, hoje, nós completamos mais títulos do que os últimos quatro governos entregaram no Rio Grande do Norte. Então, presidente, eu acho que isso é um feito, mas isso não vai parar, nós viemos aqui hoje para dar o pontapé. Nós vamos até o final do governo do presidente Jair Bolsonaro, titular todos os títulos do Rio Grande do Norte, se Deus quiser". 

Tereza Cristina também entregou as matrizes genéticas de camarão adquiridas com os Estados Unidos e que servirão no melhoramento do camarão criado em cativeiros no Rio Grande do Norte. Informou ainda que foram destinados mais de R$ 2 milhões em financiamento para o Pronaf Mulher que irá beneficiar as agricultoras. 

O Ministro das Comunicações, o potiguar, Fábio Faria foi um dos primeiros a falar em Ipanguaçu e apresentou o programa de Wifi na praça. “Hoje me honra muito, presidente de ser mais um integrante do seu time de excelência para ajudar a que essa população igual a essa que está aqui de Angélica possa ter a percepção e saber que hoje temos o melhor presidente da República do Brasil, Jair Bolsonaro. “A comunidade de Angélica é a primeira comunidade do Brasil que está recebendo o WIFI na praça. O Wifi ali, naquela praça - disse apontando - e no entorno de 200 metros, presidente, todos aqui da comunidade terão acesso e a senha é comunica brasil e Angélica está conectada com o resto do Brasil.

Na ocasião, um acordo de cooperação entre o Banco do Nordeste, assinado pelo presidente do empresa, Romildo Rolim, o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho e o presidente da Associação Brasileira de Camarão, Itamar Paiva Rocha.

Além dos dois ministros potiguares mencionados e de Teresa Cristina da Agricultura, estavam presentes o chefe do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República,  o General Heleno e o Luis Eduardo Ramos, Ministro-chefe da Secretaria de governo de Jair Bolsonaro. Também compareceram os deputados federais do Rio Grande do Norte, Walter Alves (MDB), Benes Leocádio (PTC), General Girão Monteiro (PSL) Beto Rosado (Progressistas) e Carla Dickson (Pros).

Vídeos

 PORTAL DA TROÍCAL

Comentários