MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL APRESENTA ALEGAÇÕES FINAIS E OPINA PELA CASSAÇÃO DO PREFEITO DE ASSÚ

Um processo que se encaminha desde 2020, contra Gustavo Soares e outros políticos da cidade de Assú, encaminha-se para às etapas finais. O ministério público eleitoral, através do promotor Dr. Daniel Lobo Olímpio, apresentou alegações finais na ação de investigação judicial eleitoral, por abuso de poder político em face de Gustavo Montenegro Soares, Fabielle Cristina de Azevedo Bezerra, Romildo de Queiroz Minervino, Rennan Alves Monteiro, Francisco de Assis Souto, Francisco de Assis Albano Bezerra, Adriana Carla de Moura e Arison dos Santos, em que se argumenta a prática de abuso de poder político e captação ilícita de votos.

Em relação ao chefe do executivo, Dr. Gustavo Soares, tem que 'seja sancionado com a cassação do diploma, bem como a declaração de inelegibilidade para as eleições a se realizarem nos 8 (oito) anos subsequentes à eleição em que se verificou o abuso acima narrado'. Cita trecho do documento do MPE.

Até o momento, os nomes mencionados na reportagem, não se pronunciaram oficialmente em relação ao documento apresentado pelo Ministério Público Eleitoral. - Informações Rabisco Samuel Júnior / Assú Notícia

Comentários