ELEIÇÃO PARA PRESIDÊNCIA DO SENADO SE ACIRRA COM FORMAÇÃO DE BLOCOS LULISTAS E BOLSONARISTAS

 

Foto: Roque de Sá/Agência Senado / Waldemir Barreto/Agência Senado

Pacheco tem apoio de governistas e tenta reeleição; Rogério Marinho (PL) se aproxima de apoio do PP ao comando do Senado e busca formar bloco de oposição a Lula

O senador eleito Rogério Marinho (PL-RN) está perto de ter confirmado o apoio do PP à sua candidatura à presidência do Senado. Marinho tenta reunir em torno de sua candidatura o núcleo de oposição ao governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na Casa, liderado pelo bolsonarismo.

A CNN apurou que o PP deve confirmar nesta próxima semana o apoio à candidatura de Marinho.

O partido terá seis cadeiras no Senado a partir da próxima Legislatura. Somado com os 14 do PL, seriam 20 votos a favor do ex-ministro do Desenvolvimento Regional de Jair Bolsonaro (PL). Marinho espera contar ainda com o apoio do Republicanos, que terá três senadores.

Em princípio, esses três partidos devem formar a base principal de oposição a Lula no Senado.

CNN

Comentários